quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Smith Hays, seja qual for seu nome, seja bem vindo.







7 comentários:

  1. Olá....

    Vídeo interessante. Algo me intriga, e gostaria, se possível, de uma opinião de vocês a respeito da declaração “ser gay não é uma opção”. Do que se trata exatamente? Nas minhas reflexões sobre este tema tão candente, não consigo desvincular a referência “gay” da forma particular que o indivíduo em questão gere os próprios afetos, me parece uma forma de conduta, uma opção portanto... Onde falha o meu raciocínio?

    Me parece um tema importante...

    Abs

    ResponderExcluir
  2. Fique muito feliz quando vi esse vídeo, beleza, ele deu umas escorregadas na verdade várias escorregadas. Mas não tirou o foco do vídeo que foi um gay que é contra as aberrações da LGBT Brasil. Me senti representado, e torço para que apareçam mais gays assim, que viremos uma estatística e que principalmente esse movimento cresça. Sempre acompanho o blog, e curto muito. Vlw

    ResponderExcluir
  3. ÓÓÓ!!! Só vi hoje!!! Muito obrigado ^^ No que precisar de mim, estou aqui. Quanto às escorregadas no vídeo, é uma história um pouco longa hahahaha

    ResponderExcluir
  4. Olá Smith, adorei o seu vídeo, você é bastante lúcido e realmente bem informado. Tenho amigos gays que pensam como vc, o LGBT me dá nojo e medo, medo pelo fato de tentarem implantar inverdades e transformarem o país inteiro num puteiro, acho que seria bacana a criação de um partido Gays de direita.

    ResponderExcluir
  5. Otimo video. Recentemente, teve um que levantou mta polemica.
    http://www.youtube.com/watch?v=07Hdo7bMz78

    ResponderExcluir
  6. Oi Smith. Tudo bem?
    Acho que você se contradiz em alguns trechos do vídeo. Por exemplo, se mostra contra a pl 122. E depois diz que o estado deveria incluir a homossexualidade na lei contra discriminação. Ué. mas a pl 122 é isto mesmo. Vc pode ler no site http://www.plc122.com.br/plc122-paim/#axzz3GXidFZOe , que este projeto prevê inclusão dos termos "orientacao sexual, identidade de genero, condicao de pessoa idosa e deficiente fisico" na lei que já protege contra discriminação por cor, etnia, religiao, procedencia nacional....

    Concordo com vc no ponto que não é preciso alterar todo o nosso sistema de leis, e desconheço outras propostas (como esta da cirurgia de mudança de sexo para crianças). Nunca tinha ouvido falar.
    Alguns ajustes precisam ser feitos sim na lei sim. Garantir por lei o casamento igualitário, a adoção e registro de filho (biológico tb) por casal homossexual. Coisas deste tipo.
    Também sou gay. Também amo minha família. E acredito que aos poucos o Brasil vai compreender nossas necessidades e pedidos, que são legítimos. Que as reivindicações que não são legítimas nem positivas não atrapalhem as que o são.

    ResponderExcluir
  7. "Todo mundo tem pai e tem mãe" Tem?? Sério? Menas, querido. Primeiro, para falar de SOCIEDADE vc precisa sair da sua perspectiva pessoal. A sua vida e a sua família não define o que acontece com todos.

    Sim dia do pai e da mãe constrange pessoas que não tem pai nem mãe.
    Mudar conceito de pai e mãe, ONDE???

    Vc gasta ONZE MINUTOS para falar merda? Por favor!

    Onde está esse projeto de lei de cirurgia transgenitalizadora para crianças? Diga qual é esse projeto de lei e como especifica isso e onde está.

    Dê referências sobre o que está falando. Perca-se menos, seja mais objetivo, menos passional.
    Islamismo é uma religião e como outra qualquer tem suas vertentes das quais, algumas são fundamentalistas, outras não.

    Seu discurso é RASO, suas opiniões são INFUNDADAS. Vc se pauta pelo SENSO COMUM e não tem o mínimo conhecimento sobre o que diz.

    INFORME-SE ANTES DE FALAR SOBRE O QUE QUER QUE SEJA.

    Que vergonha alheia!

    ResponderExcluir